O que muda na Previdência Social 2020, entenda as novas regras

A previdência social é uma das mais importantes instituições do governo, dela dependem milhares de pessoas que todos os meses recebem seus benefícios, muitas vezes é o único rendimento que elas tem para se sustentarem, mais para ter direito aposentadoria é preciso ter trabalhado o tempo minimo conforme as regras da previdência social.

Esta passando por uma reforma no qual vai mudar as regras ficando ainda mais difícil para se aposentar, você sabe o que muda para 2020 e quais os impactos nas contas publicas com o aumento do valor da tabela de Contribuição INSS 2020. se não acompanhe onde abordaremos as possíveis mudanças.

Nova Previdência Social

Para os trabalhadores que já estão perto da aposentadoria INSS 2020, na muda na Reforma da Previdência. Aqueles que também já reuniram todos os documentos para se aposentar, também não serão atingidos por essas mudanças.

As Novas Regras da Previdência Social 2020, vai mudar algumas questões como:

Idade Mínima para aposentadoria;
E Tempo Mínimo de contribuição.
Muitos estão questionando sobre se essas mudanças na Previdência Social 2020, vai beneficiar os trabalhadores ou prejudica-los.

Idade Mínima para aposentadoria

A nova regra contribuição INSS 2020, diz que a idade mínima para a mulher, é de 56 anos em 2019. Essa regra aumenta seis meses a cada ano, isso para chegar a 62 anos, em 2031. A nova regra diz que para o homem, a idade inicia em 61 anos, em 2019, e vai aumentando seis meses a cada ano, até chegar a 65 anos no ano 2027.

Nesse caso, o que não mudou foi o tempo de contribuição no INSS: mulheres 30 anos e homens, 35 anos.

Tempo Mínimo de contribuição

Saiba como fica aposentadoria proporcional conforme as novas regras impostas pelo governo federal, devido a nova reforma da previdência social.

Para trabalhadores privados: Homem 20 anos – 15 anos para aqueles que já estão no mercado de trabalho / Mulher 15 anos
Servidores públicos: Homem 25 anos / Mulher 25 anos – tanto para homens e mulheres que já estão já 5 anos no cargo e com 10 anos no serviço público
Para trabalhadores rurais: Homem 60 anos / Mulher 55 anos
Para professores: Homem 25 anos / Mulher 25 anos
Para policiais federais, legislativos, civis do DF, e agentes penitenciários: Homem 25 anos / Mulher 25 anos.

Regra da Pontuação

Existe uma regra chamada 86/96. Por meio dessa regra o cidadão soma sua idade e o tempo de contribuição para chegar a uma pontuação necessária para que ele possa solicitar a sua aposentadoria

A nova regra diz que agora é necessário somar 100 pontos para mulher e 105 para homens. Essa pontuação aumenta a cada ano.

Aposentadoria por tempo de serviço

A mais comum forma de regra 85/95 progressiva continuará sendo a por tempo de serviço. Porém, suas regras foram alteradas e agora, o trabalhador deverá ter um tempo de serviço diferente do anterior.

A forma de validação desta regra acontecerá da seguinte maneira:
O trabalhador em questão deverá ter um resultado total de 85/95 pontos ao somar o seu tempo de serviço com sua idade.

As mulheres deverão ter uma soma total de tempo de serviço e idade de pelo menos 85 pontos;
Já os homens, precisão atingir ao menos 95 pontos somando suas idades mais tempo de contribuição.

Ao se chegar nestes pontos, ambos os gêneros poderão solicitar pela regra 85/95 progressiva. Este tipo de processo é realizado por qualquer posto de atendimento da Previdência Social.

Serviços disponíveis INSS

Benefício assistencial a pessoa com deficiência;
Auxílio doença para aeronauta gestante;
Aposentadoria por idade de pessoas com deficiência;
Aposentadoria por tempo de contribuição de pessoas com deficiência;
Aposentadoria por idade;
Aposentadoria por tempo de contribuição;
Auxílio reclusão;
Atualização de cadastro;
Benefício assistencial ao idoso;
Benefício assistencial a pessoa com deficiência;
Benefício assistencial ao trabalhador portuário avulso;
Cadastro de declaração de cárcere;
Certidão por tempo de contribuição;
Cópia de processo;
Devolução de documentos e processos;
Entrega de documentação de requerimento via internet;
Pecúlio;
Pensão rural;
Recurso;
Recurso de benefício por incapacidade;
Recurso de Seguro Defeso (SDPA);
Revisão;
Seguro desemprego para pescador artesanal;
Simulação de tempo de contribuição ou renda inicial;
Vista ou carga de processos.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*